Escolha uma Página

Como mapear novos fornecedores pode gerar mais economia na sua obra

por Thales Pinheiro

Entenda a importância de mapear novos fornecedores e como isso pode impactar na redução de gastos do setor de compras da sua construtora

 

Agora que você já sabe como realizar uma boa seleção de fornecedores chegou a hora de avaliar os impactos de prospectar e selecionar novos fornecedores.

O setor de compras em uma construtora foi, durante muitos anos, uma atividade ligada a ações rotineiras com a utilização de uma rede de fornecedores já estabelecida. Mais recentemente, esse setor passou a ser entendido também como o gestor de atividades para garantir a disponibilidade de insumos no prazo e suportar a continuidade das atividades em canteiro. Isso acarretou numa mudança total de perspectiva: de uma função operacional, para uma função tático-estratégica, que engloba acima de tudo a constante manutenção da relação com fornecedores para que a cadeia de suprimentos esteja em sinergia com bons resultados em canteiro.

Com isso, a relação entre comprador e fornecedor na construção civil também vem sofrendo modificações. Ainda é possível encontrar uma relação de parceria, porém, mesmo assim uma construtora não deve se acomodar a situações em que determinados fornecedores usufruem de exclusividade. Avaliar estes fornecedores periodicamente é um ponto que precisa de atenção para o sucesso dessa relação. Isso se torna ainda mais claro quando observamos que a dinâmica do mercado faz com que critérios de precificação de um mesmo fornecedor se altere rapidamente.

Disponibilidade de estoque, bater meta de vendas, atualização nos preços dos commodities e variação cambial são alguns dos critérios que promovem essa dinâmica forte no mercado. Isso foi comprovada em uma pesquisa recente feita nas 2 maiores cidades do país (São Paulo e Rio de Janeiro), em que se mediu as diferenças de preço de materiais da construção e constatou que dependendo do local ou momento que você escolher, o orçamento da sua obra pode dobrar.

No exemplo do Quadro de Cotações abaixo (caso real) podemos ver um caso claro de como mapear diferentes fornecedores e cotar com todos pôde gerar uma economia de quase 40%.

 

Quadro de Cotações Resumido – Barras de Aço, Arames e Pregos

 

 

Mapear fornecedores com o auxílio de planilhas e controles manuais, além de ultrapassado e consumir bastante tempo, diminui a assertividade. Uma busca manual nos instrumentos de pesquisa pode lhe render uma grande quantidade de informações com pouca qualidade. Por este motivo, procurar um novo fornecedor digitando apenas “nome do insumo + fornecedor” no Google e selecionar os primeiros resultados pode gerar frustrações: provavelmente os primeiros colocados serão aqueles que mais investem em marketing mas isso não significa que serão as melhores opções para sua obra, certo?

Hoje no mercado existem sistemas capazes de elaborar listagens, rastrear indicadores de desempenho das suas compras e fornecedores, analisar riscos antes, além de apresentar perfis de cada membro da cadeia de suprimentos. A automação de processos, principalmente no setor de suprimentos, pode promover ganhos de produtividade, conferir maior agilidade às decisões e ajudar na relação com seus fornecedores.

Uma Combinação de Compra é um bom exemplo de como a automação do processo de cotações pode proporcionar uma boa compra e uma boa opção quando alguns itens de diferentes fornecedores estiverem mais baratos. No exemplo abaixo (caso real) podemos perceber que fechar com mais de um fornecedor a mesma lista de pedidos gera uma economia muito maior do que fechar com apenas um único fornecedor.

 

Quadro de Cotações Resumido – Luminárias, Balizadores e Lâmpadas

 

Também é bastante aconselhável que a sua construtora estimule seus fornecedores a participarem de redes/comunidades/plataformas, pois dão à empresa novas opções para aquisição de matérias-primas, insumos e serviços.

Seguir a regra de realizar cotações com, no mínimo, 5 fornecedores significa ampliar seu leque de opções, permitir novos players na disputa pelo seu atendimento, favorecer a melhor escolha, além, é claro, de fomentar a concorrência que é sempre benéfico para você, comprador, e para a saúde financeira da sua construtora.

Resumindo…

Para o mercado da construção, fazer um bom mapeamento de fornecedores na hora de realizar uma cotação ou compra, seja de insumos ou serviços para uma obra, se torna indispensável devido a grande variação das condições comerciais não só entre a concorrência, mas dentro de uma mesma empresa ao longo do tempo. Automatizar esse processo pode promover ganhos de produtividade, conferir maior agilidade às decisões e ajudar na relação com seus fornecedores.

Thales Pinheiro

Marketing

Graduando em Engenharia de Produção Elétrica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi empresário júnior na C2E – Empresa Júnior de Consultoria em Engenharia Elétrica e atualmente faz parte da equipe de Marketing na Conaz.