Escolha uma Página

Granito e mármore: conheça as diferenças e dicas de como e onde comprar

por Filipe Medeiros

Pedras de granito e mármore são muito populares no mercado da construção civil. Conhecer um pouco mais sobre suas características vai lhe ajudar a tomar decisões melhores para o seu empreendimento.

 

O granito e o mármore são pedras amplamente utilizadas no mercado da construção civil, sobretudo no uso de bancadas, revestimentos de piso e parede. Com o projeto em mãos, as vezes, podem surgir dúvidas sobre qual pedra comprar, pois, apesar de serem visualmente parecidas, apresentam características relativamente diferentes. A seguir expus algumas informações que vão te ajudar a entender as diferenças, aplicações e dicas de compra.

Granito x Mármore

É muito comum a troca entre os termos mármore e granito, isso porque elas têm em comum o fato de serem pedras naturais e servirem para a fabricação de bancadas e de revestimentos como soleiras e rodapés, mas são dois tipos diferentes de pedra, com diferentes composições e isso traz diferenças básicas principalmente em relação ao aspecto visual, à resistência e ao preço dos dois materiais de maneira geral.

O granito

Tipos de granito mais comuns no mercado (adaptado do site http://pedreirao.com.br)

É uma rocha natural ígnea formada por três minerais (mica, feldspato e quartzo) responsáveis pela sua beleza, resistência e durabilidade.

• Não são riscados com facilidade porque tem “dureza Mohs” alta (entre 6 e 7). A Escala de Mohs quantifica a dureza dos minerais, isto é, a resistência que um mineral oferece ao ser riscado e que varia em uma escala de 1 a 9.

Apresenta grande resistência a agentes físicos (temperatura, pressão, umidade) e químicos (materiais de limpeza, gorduras, entre outros).

Por ter baixa porosidade, o granito não mancha com facilidade e absorve pouca água. Algumas tonalidades absorvem mais água e outras menos.

Uso ideal: Para revestimentos de pisos e escadas de alto tráfego, pias, balcões, lavatórios para uso intenso ou para uso residencial, revestimentos para fachadas, bordas para banheiras, lareiras, soleiras, rodapés, peitoris, bancadas em geral, revestimento para fornos e aparadores.

O mármore

Tipos de mármores mais comuns no mercado (adaptado do site http://pedreirao.com.br)

O mármore é uma rocha natural metamórfica composta principalmente por minerais de calcita, com coloração mais uniforme e com formação de veios (listras ou riscos característicos do mármore) definidos.

• É menos resistente, tem “dureza Mohs” baixa (entre 3 e 4), por isso é indicado para áreas com tráfego leve de pessoas porque desgasta-se mais facilmente com o atrito sobre o piso.

Também é mais poroso que o granito, por isso é indicado evitar locais com variação de temperatura e aplicação de agentes químicos, é mais suscetível a manchas e absorção de gordura.

• Os mármores também são mais caros que os granitos.

Uso ideal: Revestimentos de pisos e escadas de baixo tráfego (residencial), soleiras e peitoris (residencial e sem exposição ao tempo), lavatórios para uso residencial, bordas de banheira, aparadores, revestimento para lareiras, rodapés, mesas e revestimento de paredes internas.

Tipos de acabamento

Outro ponto importante é conhecer os diferentes tipos de acabamentos e a utilidade de cada um, principalmente para que você esteja ciente e possa comparar quando a pedra chegar na sua obra.

Acabamentos em superfícies de mármores e granitos:

• Bruto: Material sem acabamento.

• Flameado (jato de fogo): confere aspecto áspero, rugoso e ondulado, indicado para áreas externas por possuir propriedades anti-derrapantes. Só pode ser aplicado em granitos com espessura superior a 2cm.

• Apicoado (pequenas marteladas): confere aspereza variável, aspecto poroso e uniforme, indicado para áreas externas por possuir propriedades anti-derrapantes. Só pode ser aplicado em granitos com espessura superior a 2cm.

• Jateado (jatos de areia): confere aspecto opaco, indicado para áreas externas.

• Levigado (lixamento bruto): acabamento semi-polido que confere aspecto rústico e sem brilho, indicado para áreas internas e externas.

• Polido (brilho): confere aspecto liso e brilhante, indicado para áreas secas, pois com esse acabamento a pedra fica escorregadia.

• Resinado:
cobre os poros existentes nas pedras dando um melhor polimento e brilho superior. Indicado para áreas secas.

Principais tipos de acabamento em laterais de bordas de mármores e granitos

A seguir, falarei sobre alguns tipos de acabamentos de bordas para tampos de banheiros, cozinhas, escadas e demais aplicações.

Boleado: utilizado em bordas de pias e bancadas

Bisotado: utilizado em tampos e bancadas, evita que beiradas se quebrem

Meia Esquadria: muito utilizado pois esconde a cola nas emendas, dando aspecto de peça única

Meia Cana: utilizado geralmente em bordas de lavatórios

Saia: utilizado para esconder cubas de lavatórios e lavabos que não terão gabinetes

 

 

Reto: bordas simples, sem acabamento especial

 

Dicas de manutenção

Como citado anteriormente, o mármore e o granito possuem algumas características que envolvem a sua resistência a agentes físicos e químicos, porosidade e dureza. Por isso, vou destacar algumas dicas para manter as suas pedras em bom estado por um longo período de tempo:

1. Jamais use na limpeza de mármores e granitos produtos abrasivos ou com princípio ativo forte, tais como sapólio, água sanitária, amoníaco, hipoclorito de sódio, soda cáustica, querosene ou ácidos (ácidos cítricos como de limões por exemplo). Eles podem danificar permanentemente a sua pedra.

2. Pela natureza porosa das pedras, mármores e granitos estão sujeitos a manchas. Cuidado com refrigerantes, óleos em geral, vinho, ferrugem, produtos com corantes fortes, pois podem manchar sua pedra até de forma irreversível.

3. Pisos de Mármores e Granitos devem ser limpos sempre que possível durante a obra, pois os resíduos em contato com o material podem vir a arranhar a peça.

Dicas na hora de comprar

Devido à resistência, durabilidade e ao preço, o granito é a pedra mais utilizada na construção civil quando se trata de soleiras e peitoris, revestimentos e bancadas. Na hora de cotar e/ou comprar uma pedra, é importante ficar atento aos seguintes pontos:

1. Os preços do granito e mármore variam não somente de acordo com o aspecto e a cor, mas também devido a qualidade do material.

2. Deve-se considerar também que a mesma pedra pode ser chamada de várias formas, dependendo da região em que se está comprando. Uma boa dica é ter um exemplar de amostra para comparar preços e colorações.

3. Os fornecedores que vendem mármores e granitos são chamados de “Marmoraria”, costumam ser especializados somente neste tipo de material e muitos oferecem mão-de-obra própria de instalação e manutenção.

4. É importante considerar um cuidado extra ao comprar de um fornecedor novo no mercado, que não tenha um showroom para receber seus clientes, ou ainda se ele não oferece a mão de obra de instalação das peças.

5. Tenha cuidado ao comprar de um fornecedor e solicitar a instalação por outra empresa ou profissional. Se acontecer algum problema, pode ocorrer a clássica divisão de culpa: “um jogando o problema para o outro”.

 

 

Mármores e Granitos não possuem garantia devido ao fato de serem produtos extraídos da natureza, ou seja, não há como se realizar um controle de qualidade preciso. Porém, conforme orientação do Sindicato da Indústria da Construção Civil, é recomendada uma inspeção nos materiais no ato do recebimento, verificando se há trincas ou falhas no acabamento. Dependendo do tamanho, algumas pequenas imperfeições são consideradas normais, assim como uma pequena mancha ou risco. Neste último caso podemos ser mais tolerantes.

Preciso ir até uma marmoraria ou showroom para realizar minha compra?

Depende. Se você já se certificou qual é a pedra mais indicada para o seu projeto, decidiu as medidas que a peça vai ter (largura, altura, profundidade, espessura), acabamento das bordas e cor do granito desejado, você poderá comprar granito pela internet tranquilamente. Talvez você tenha alguma dúvida durante o processo, mas geralmente essas dúvidas podem ser esclarecidas por telefone, sem a necessidade de ir pessoalmente até a marmoraria.

Cuidado com as ciladas!

Como comentado, se o fornecedor não possuir um showroom, praticar valores muito abaixo dos demais, ou não disponibilizar um local físico que você possa ir se as coisas correrem mal, pense com muito cuidado antes de efetuar a compra. O barato agora pode sair caro depois.

Muitos dos melhores fornecedores de bancadas em granito estão também na internet, alguns sendo fabricantes estabelecidos com showroom. Nem sempre serão os mais baratos, mas podem ser a sua melhor escolha.

Agora que você sabe diferenciar o granito e o mármore, conhece os diferentes tipos de acabamentos, dicas de manutenção e como realizar a compra, agora só falta pegar as dimensões e começar a realizar as cotações! Mas lembre-se: o preço do material não deve ser negligenciado. Uma vez que o material é um pouco caro (dependendo do tipo), você deve saber a quantidade que será necessária para evitar a compra em excesso. Isso vai lhe poupar tempo e dinheiro.

Filipe Medeiros

Comercial Fornecedores

Graduado em Adm. Pública pela Universidade do Estado de Santa Catarina e graduando de Engenharia de Produção Civil na Universidade Federal de Santa Catarina. Possui experiência em gerenciamentos de projetos e mapeamento de processos. Já trabalhou na AIESEC como diretor de intercâmbios, CasaMundoBrazil como consultor em mapeamento de processos e na GeekHunter como Manager de BI. Atualmente é responsável pelo comercial e suporte de fornecedores na Conaz.